Dicas para não estourar o orçamento com os presentes de Natal

Orçamento de final de ano

  • Presente para as crianças: R$500
  • Presente para o marido: R$300
  • Lembrancinha para a sogra: R$90
  • Um bibelô para sua amiga: R$50
  • Uma árvore de Natal impecável: R$350
  • Uma ceia completa: R$680
  • Orçamento estourado: ????

Aposto que você respondeu “Não tem preço”. Enganou-se! Estourar o orçamento com as celebrações do fim de ano tem um preço sim e um preço muito alto, que muita gente ainda se recusa a não pagar. O problema continua no mês seguinte: matrícula na escola das crianças, impostos, listas de matérias e dívidas, muitas dívidas do cartão de crédito!

E a tentação está nas vitrines desde meados de outubro, já que as lojas encheram seus mostruários de novas peças, contrataram novos funcionários e focalizam todos os esforços nas venda de Natal, afinal de contas é nesta época que as pessoas mais consomem. Em meio ao alto estímulo a compras, a tentação para sair do orçamento e gastar muito além do que se pretendia, costuma acompanhar os compradores que acabam endividando além do esperado.

Para evitar esses aborrecimentos logo no primeiro mês do ano é preciso planejar os gastos de final de ano e, principalmente, o uso do décimo terceiro salário. Para você não estourar seu orçamento, fizemos uma lista com as principais dicas dadas pelos especialistas. Siga-a e tenha um final de ano sem dor de cabeça, e, principalmente, sem dívidas!

  • Planeje-se: coloque no papel quanto pretende gastar e o que pode gastar com cada pessoa. Imponha limites a si mesma. Se achar mais fácil, faça uma lista com os nomes das pessoas e o que pretende dar ou gastar com cada uma delas
  • Antes de sair às compras é utilizar o 13º salário para pagar as dívidas
  • Se sobrar algum dinheiro do 13º salário, divida-o  entre as compras e as despesas de início de ano, como IPVA e IPTU
  •  Compre o máximo que puder à vista e com desconto, o que evita entrar o ano endividado
  • Ao fazer as compras de Natal prefira as lojas de rua aos shoppings. Elas costumam ter os mesmos produtos só que com o preço bem menor
  • Visite a feira de artesanatos e antiguidades da sua cidade. Nestes locais é possível encontrar um presente original, com preço adequado ao orçamento.
  • Compre com antecedência. Além de você ter tempo de pesquisar pelos melhores preços, você consegue ter mais opções de tamanhos e numeração, no caso de roupas e sapatos
  • Se for comprar com cartão de crédito, faça um orçamento de quanto pode gastar e calcule o valor da fatura para o mês seguinte, assim não terá sustos e nem precisará optar pelo pagamento mínimo ou parcelamento de fatura
  • Compare os preços das lojas físicas com os das lojas virtuais. Geralmente, na internet, os produtos são mais em conta

Agora que você já sabe como não estourar seu orçamento, é só se planejar e aproveitar a época mais festiva do ano, com amor no coração e algum dinheiro no bolso. Boas festas!